DiversãoGeral

AFETO/TABEFE – Que espetáculo é esse?

Encontros, desencontros, corpos, desejos, fragilidades e potencias. Brasília poderá assistir ao espetáculo Afeto/Tabefe, que promete emocionar o público no Centro de Dança do DF.

Foto: Max Rocha

Afeto/Tabefe se constitui do encontro. No palco, dois homens e uma mulher, duas brancas e um negro, um goiano e duas nordestinas. Três desejos e uma realidade, três verdades e muitas possibilidades, três potências e inúmeras incertezas, fragilidades em impermanência. O espetáculo de dança é construído através da convergência entre diferentes realidades de corpo e vida. As relações humanas são postas em cena, valorizando as semelhanças. Do afeto ao tabefe criam-se as imprecisões, numa dança que alimenta e desestabiliza ao mesmo tempo. 

“Neste trabalho buscamos uma direção sensível, empática e dialógica. Por meio do encontro real entre nossos corpos, nos deparamos com a necessidade de recuperar nossas histórias e trajetórias individuais, nos colocando como re-significadores de nossa dança. Resgatando o que nos moveu, reciclamos movimentos, sentimentos e memórias que nos transpassaram, em um processo de construção baseado em afecções reais”, resume o elenco.

A equipe pontua ainda: “Em cena, vivemos contradições. A partir de sensações e imagens, visitamos registros de apatia e sutileza, violência e cuidado, indiferença e união – um reflexo da co-criação cultural realizada constantemente pelos indivíduos ao se relacionarem no coletivo”.

Para quem ficou curioso e quer conhecer melhor essa obra artística, reserve o dia 17 ou 18 para ir ao Centro de Dança e prestigiar mais esse produto cultural brasiliense. O local possui amplo estacionamento para quem vai de carro e fica poucos minutos da Rodoviária do Plano Piloto, para quem vai de ônibus. É o melhor… é de graça!

AFETO/TABEFE – Centro de Dança (SAN Quadra 1 Bloco E – Via N2)
Dias: 17 e 18 de agosto de 2019 – sábado às 20h, domingo às 19h
Duração: 60 minutos
Classificação Indicativa: 18 anos
Entrada gratuita

Ficha Técnica
Direção Cênica e elenco: Clara Sales, Cristhian Cantarino, Negro Val
Figurino: Luênia Guedes e Roberto Dagô
Iluminação: Ana Quintas
Produção: Cristhian Cantarino, Fernanda Resende e Raquel Fernandes
Designer Gráfico, Fotografia e Vídeo: Max Rocha e Igor Guimarães Borges
Sonoplastia e Trilha Sonora: Tati Asú
Assessoria de imprensa: Josuel Junior